Back
Close

Fundamentos de Kotlin

brigida_oliveira
3,104 views
Previous: Introdução Next: Variáveis e constantes

Ponto de entrada

Um ponto de entrada de um aplicativo Kotlin é a função main, o que significa que todo programa Kotlin começa com a função main(). As funções são criadas com a palavra-chave fun no Kotlin (leremos mais sobre funções no capítulo sobre elas).

Sintaxe:

fun main() {

}

Exemplo:

Explicando o exemplo anterior

O programa começa com a função main, que é o ponto de entrada de todo programa escrito em Kotlin. Dentro da função main, utilizamos a função println() imprimir o texto "Hello, World!" no console (a função print será explicada no próximo bloco).

Palavras reservadas

Toda linguagens de programação tem certas palavras predefinidas que carregam algum significado especial. Elas são conhecidas como palavras reservadas. As palavras reservadas não podem ser usadas como identificadores.

Um identificador é o nome dado a uma variável, classe, função, interface etc.

Por exemplo, name é um identificador aqui:

val name: String = "emp_name"

As palavras reservadas Kotlin são:

asbreakclasscontinue
doelsefalsefor
funifininterface
isnullobjectpackage
returnsuperthisthrow
truetrytypealiastypeof
valvarwhenwhile

Entrada e saída

A entrada e saída do usuário são parte essencial de qualquer programa. Eles vão ajudar na interação do usuário.

Mostrando a saída no console

Para imprimir a saída na janela do console, podemos usar as funções print() e println(). A função print() continuará adicionando a saída à mesma linha, println() imprimirá a saída e moverá o cursor para a próxima linha.

Exemplo:

Explicando o exemplo anterior

Neste exemplo, as duas primeiras saídas são impressas usando a função println(). Então, elas apareceram em linhas diferentes. Mas as próximas duas instruções são impressas usando a função print(), por conta disso elas aparecerão na mesma linha.

Obter entrada do usuário

Para receber a entrada do usuário, usamos a função readline(). Por padrão, ela receberá a entrada como uma String, que é um texto. Se precisarmos usar qualquer outro tipo de entrada, como número, booleano, etc., ela precisa ser convertida para um tipo específico, o que significa especificar e converter explicitamente a entrada de String para algum outro tipo de dados (os tipos de dados da linguagem serão mostrados em capítulos posteriores).

Exemplo:

Outra forma de converter a entrada para diferentes tipos de dados em cada caso é criando um objeto da classe Scanner e usá-lo para receber entrada.

Exemplo:

Da mesma forma, podemos usar nextBoolean(), nextFloat(), nextLong() e nextDouble() para diferentes tipos de variáveis.

Fonte:

https://www.w3schools.com/kotlin/kotlin_output.php
https://www.studytonight.com/kotlin/kotlin-keywords-and-identifiers
https://www.studytonight.com/kotlin/kotlin-input-and-output

Create your playground on Tech.io
This playground was created on Tech.io, our hands-on, knowledge-sharing platform for developers.
Go to tech.io